Porque fazemos

Atuamos, de ponta a ponta, de forma a entender o momento de sua empresa e aplicar as melhores estratégias na gestão de emissão de carbono.

O Cenário

Existe uma relação clara entre as emissões de Gases do efeito estufa e o PIB mundial. Quanto maior o crescimento do PIB maior são as emissões de gases do efeito Estufa. No Gráfico abaixo é possível graficamente esta relação:

Crescimento anual de renda per capita e emissões de CO2

A Crise

A crise econômica início dos anos 80 com a explosão do preço do petróleo, aumento da inflação americana desenbocando na crise da dívida dos países da américa latina, a crise imobiliária e do mercado de ações no Japão, em 85, a crise dos mercados emergentes nos anos 90, em 2008, a crise do sub prime nos Estados Unidos com a falência dos bancos de investimento Lehman Brothers, Bear Stearns e Merril Lynch, foram eventos que afetaram a economia global, reduzindo o crescimento do PIB global e consequentemente as emissões de gases do efeito estufa.Recentemente, a mudança drástica nas emissões de GEE no ano de 2020 se deve aos efeitos da Pandemia sobre a economia.

Isso se deve principalmente pela economia estar baseada em sistemas produtivos impulsionados por combustíveis majoritariamente de origem fóssil e também ao aumento exacerbado do consumo. Assim em um aspecto geral é possível afirmar que o que tem sido bom para a economia é ruim para o planeta.

Urgência

É urgente reverter esta relação e desenvolver atividades econômicas que, quanto mais se fortalecem, mais benefícios trazem para o planeta, a expansão do uso de energias renováveis, o restauro florestal, a agricultura regenerativa são alguns exemplos de atividades econômicas que se encaixam neste conceito.

A grande maioria das atividades econômicas podem ser reinventadas dentro deste conceito criando um ambiente onde a geração de riqueza implica em melhoria dos indicadores sociais e ambientais criando relações menos predatórias entre as pessoas, a riqueza e o meio ambiente pavimentando o caminho para a economia de baixo carbono.

O setor sucro-alcooleiro é um bom exemplo de como a implantação da agenda ESG é fundamental para posicionar um determinado setor nessa nova realidade.

As mudanças

Em termos de ambientais o setor que era marcado pelas queimadas foi para o plantio direto e para a colheita de cana crua, incorporando tecnologia de ponta e aumento a eficiência do sistema enquanto solucionava problemas ambientais graves.

Os “Boias frias”, trabalhadores braçais, que trabalhavam em um ambiente muito ruins, o canavial queimado, eram a cara do setor que hoje emprega milhares de trabalhadores qualificados operando equipamentos de última geração na colheita da cana crua, mostrando mais uma vez que solucionar questões sociais podem trazer benefícios para os negócios também.

Finalmente, os senhores de engenho deram lugar a empresas multinacionais de capital aberto.

Tem alguma dúvida?

Rolar para cima